A Profissão de Educador de Infância e o género masculino

 14.90  13.41

O livro pretende contribuir para uma reflexão intensiva das vinculações ao estatuto sócio-profissional de Educador de Infância, analisando as dinâmicas do processo de (re)construção das identidades masculinas numa profissão tradicionalmente considerada como feminina.
Este processo de construção da identidade pessoal e profissional assenta na identificação dos indivíduos consigo, com os outros e com o meio envolvente num dado contexto espaço-temporal, o que pressupõe uma rede de relações pessoais e sócio-culturais, podendo produzir constrangimentos endógenos e exógenos, traduzidos em vinculações profissionais activas e/ou possíveis conflitos identitários.

REF: 9789898765314 Categorias: , ,

Descrição

Verificou-se que os docentes mais novos (número de anos de experiência profissional e/ou em idade cronológica), de ambas as redes de ensino, defendem um equilíbrio e paridade de perspectivas (educativas) de género. Os educadores de infância mais velhos e com maior antiguidade profissional, de ambas as redes, acentuam a sua diferenciação como elementos masculinos numa fusão entre as realidades individuais e as identidades sócio-culturais, reproduzindo na cultura escolar a valorização “universal” da condição de género masculina.

155×230 | 118 pp| Mariana Grazina Cortez
VER (PDF)

Informação adicional

Peso 238 g
Dimensões (C x L x A) 155 x 230 x 5 mm

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.

Também pode gostar…

UA-3126666-31